A Competência de Paulo Maluf

Revista Flash nº4

A reação da Juíza que preside a investigação sobre lavagem de dinheiro em Paris foi clara :
“_ Foi detido sim, para explicar a origem do dinheiro. . .”

Leia mais:A Competência de Paulo Maluf

A plástica nos tribunais

Revista Flash nº3

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina decidiu que a operação plástica não tem a função de “dotar o paciente com certos atributos de beleza” mas unicamente corrigir determinado desvio estético, não podendo unicamente “agravar os defeitos”.

Leia mais:A plástica nos tribunais

O Lucro dos Bancos II

Revista Flash nº2

A propósito, em recente julgado o Superior Tribunal de Justiça, decidiu em ação de revisão de débito, que os juros bancarios estão limitados à taxa SELIC acrescido dejuros de 1% ao mês.  O que passar disso é usura, e os bancos terão de devolver o que cobraram a mais.

Democracia e o Poder Judiciário

Revista Flash nº2

Democracia não é só votar para Presidente, mas ter direito de acesso aos bens básicos da vida, para que cada indivíduo possa buscar sua verdadeira vocação.    Democracia é ter direito e acesso à diversão e arte e ao meio ambiente inspirador.   Democracia é ter o agasalho da lei a proteger estes bens da vida. 

Leia mais:Democracia e o Poder Judiciário

O “abraço” do Presidente

Revista Flash nº3

 O Presidente da República tem feito no exterior o que melhor soube fazer depois que assumiu o governo :

-          Falar tudo o que vem à cabeça, e depois se explicar dizendo que foi mal interpretado.

Em reunião protocolar preferiu as piadas e o sarcasmo.  A imprensa Inglesa reagiu no mesmo tom e informou que ele pretende resolver o problema do mundo com “um abraço”, em alusão à sua receita de política mais humana.

Semana passada foi o boné do MST, e na anterior a cara feia do judiciário.

        Já o Presidente do TST  Francisco Fausto falou por sí o que é o pensamento de muitos, manifestando saudosismo com a política de FHC e acusando o Presidente de “estelionato eleitoral”.

        É melhor Sr. Presidente, “abraçar” o estilo do Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que com o seu silêncio eloquente, faz muito e  pouco tem de se explicar.

O Lucro dos Bancos I

Revista Flash nº2

O Perito Judicial, José Luiz Ferreira do Val,  de São José do Rio Preto, veio explicar em palestra na FIESP, os argumentos que tem informado aos juízes, pelos quais considera ilegal a maioria das tarifas bancárias bem como as taxas de juros, com base no descumprimento de portarias do Banco Central.  Os correntistas têm se utilizado do Poder Judiciário para verificar estas cobranças que passam desapercebidas, mas que tem engordado o lucro dos bancos, enquanto diminuem o patrimônio dos correntistas.  O Judiciário tem estado atento aos excessos dos Bancos e em todos os pareceres deste perito os Bancos são obrigados a devolver as quantias, além dos juros considerados ilegais.

 Os bancos têm partido para uma composição na maioria dos casos,  segundo informa o Perito Judicial, uma vez que não querem a manifestação de Tribunais Superiores criando jurisprudência sobre o caso.   Enquanto poucos reclamam na justiça, os bancos ganham dos muitos que pagam sem reclamar.